Conheça os principais tipos de alarme para carro

22 de Fevereiro de 2018

Assim que compramos um veículo novo, logo começamos a buscar algumas formas de garantir sua segurança, e uma das dúvidas que surgem é sobre quais os tipos de alarme para carro existem no mercado e qual a diferença entre cada um deles.

Qual seria o melhor para a sua necessidade? Qual possui a melhor relação custo-benefício?

São tantas opções que muitas vezes nos sentimos confusos. Para acabar com todas as suas dúvidas, separamos os principais tipos de alarme para carro e destacamos as características de cada um. Confira a seguir!

Quais os tipos de alarme para carro?

Perimétrico

Esse é o tipo de alarme mais comum que encontramos em carros 0 km. Quando está acionado, ele monitora apenas a abertura indevida de portas e janelas, através de dispositivos instalados nas quatro portas, capô e porta-malas. Caso isso aconteça é ligado o sinal sonoro quando algo é detectado.

homem acionando alarme carro tipos de alarme para carro

Porém, é preciso ficar alerta com esse tipo de alarme, já que ele pode falhar quando há tentativa de abertura do capô ou do porta-malas. Ele não é o modelo mais indicado para quem deixa o carro na rua por longos períodos durante o dia ou, principalmente, à noite. Ele não possui um sensor de presença, logo se alguém estourar o vidro e não abrir a porta, tecnicamente o alarme não disparará.

Volumétrico

Sabe quando um veículo com o som muito alto está passando pela rua e acaba acionando o alarme de algum carro estacionado? Pode ter certeza de que o alarme acionado foi o volumétrico. Ele utiliza um sensor ultrassônico que emite ondas sonoras dentro da cabine do veículo para captar qualquer movimento e som dentro, e também fora do veículo. Esse sensor conta com dois dispositivos, um funcionando como “microfone” e outro como “alto-falante”. Um emite sinais que viajam pelo interior o veículo até encontrar o outro dispositivo.

Quando o carro está trancado e alguma movimentação brusca é detectada, como o estouro de um vidro ou a tentativa de arrombamento de uma porta, o sensor detecta essa movimentação e dispara automaticamente o alarme. Ele é considerado um pouco mais seguro do que o perimétrico.

Sensor de movimento

Os carros atualmente são equipados com um dispositivo chamado acelerômetro, já saem de fábrica assim. Ele funciona basicamente para auxiliar equipamentos de segurança quanto a aceleração e inclinação do veículo.

Quando um alarme do tipo sensor de movimento é instalado no carro ele é integrado ao acelerômetro e consegue detectar movimentos que o veículo possa estar fazendo com o motor desligado. Ele pode disparar quando o carro estiver sendo roubado por um guincho mesmo que as portas e vidros estejam intactos.

Sistema de acionamento

Todos os alarmes contam com um sistema de acionamento por controle remoto, que gera ondas de rádio que são detectadas pela central do sistema e fazem o alarme ser acionado ou desligado. Acontece que essas ondas podem ser facilmente copiadas por outros dispositivos quando o controle não tem um sistema de algoritmos instalado.

tipos de alarme para carro

Como escolher o tipo de alarme para o seu carro

Se você já entendeu o funcionamento do alarme, é hora de escolher o melhor para suas necessidades. Mas, com tantos tipos de alarme disponíveis no mercado, muitas vezes se torna difícil de escolher qual o modelo ideal. Para te ajudar a tomar essa decisão, confira agora 2 dicas simples:

Capacidade de travar o veículo

Analise o seguinte: quando alguém tentar abrir o seu carro, o alarme deve disparar, não é verdade? Por isso, escolha um modelo que possibilite monitorar o porta-malas, a ignição, o interior e também as maçanetas. Alguns dispositivos permitem travar o motor ao detectar qualquer movimento dentro do carro.

Pense na comodidade

Outra dica importante é pensar na comodidade, e também segurança, antes de escolher o alarme ideal para o seu carro. Fechamento automático dos vidros e travamento das portas são alguns exemplos de ótimas vantagens de determinados dispositivos disponíveis no mercado. Alguns modelos permitem até abrir o porta-malas a distância e regular o aparelho de som.

A verdade é que os alarmes são eficientes até certo ponto: eles podem intimidar a ação de ladrões que tentam roubar o carro ou pertences que estão dentro dele, mas é um sistema que não impede que furtos e roubos aconteçam.

Por isso, é importante ter em mente que para manter o veículo seguro de verdade, independentemente dos tipos de alarme para carro, é necessário fazer a contratação de um serviço de garantia contra furto e roubo. Algumas atitudes no dia a dia também ajudam a reduzir as chances do seu veículo ser furtado ou roubado.

Sobre esse assunto, que tal aumentar a segurança sua e da família no seu veículo? Leia nosso artigo sobre os 7 itens incríveis para deixar o carro ainda mais seguro!

Surf Music, Folk e Rock estão sempre rolando no meu headphone. Curto livros tanto quanto conhecer novas pessoas e aprender com suas particularidades. Meus finais de semana costumam ter bares e reflexões no papel. E se rolar algum programa com natureza ou em alguma cidade histórica, me chama que tô dentro.

Materiais gratuitos para download

Ler também: